terça-feira, 13 de outubro de 2009

Meu estilo nas revistas 2: Marie Claire

A Marie Claire de maio fez a sessão Shopping toda inspirada em seriados, como Sex and the City, That's 70 show, Gossip Girls e Mad Men. Achei a proposta genial (sou fanzoca de seriados!!!) e elegi os meus favoritos:

Mad Men
Definição da revista:
"É das mãos da premiada Jamie Bryant que saem os looks sessentinha da série, indicada ao Emmy 2008 de melhor figurino. O seriado que se passa nos bastidores da Sterling Cooper - agência de publicidade nova-iorquina, mostra o que o vintage tem de melhor: estolas, casaquetos de vichy e pérolas. Boas ideias pra montar produções atuais."
*
Porque eu gostei:

Preciso explicar? Vestidos acinturados com saias rodadas ou evasés são a perdição da minha vida atualmente, e contribuem para a ilusão de afinamento da minha silhueta, já que minha cintura é bem fina e meu quadril já é mais largo. Essas releituras retrôs me agradam muito porque odeio roupa curta ou muito apertada. Não combina comigo e estou bem longe de ter o corpo esquálido que essas roupas pedem. Não sei se estou enganada, mas tenho a impressão de que certos shapes e acessórios dos anos 60 adquiriam um status de elegância atemporal, além de serem super femininos.
Quando vi essa bolsa rosa da foto, lembrei logo da minha Liberdade da Intuitif, que cumpre muito bem seu papel prático-fashion-retrô. O vestidinho me remeteu imediatamente a Un vestido y un amor e ao vestido jeans da Oh, boy! que usei em São Paulo e num almocinho com as meninas no Besi.
Vejam mais looks de Mad Men aqui.
Gossip Girl


Definição da revista:

"Coletes com xadrez argyle, blazer com distintivo no peito e bolsas poderosas são os componentes básicos do guarda-roupa preppy (estilo conservador, inspirado no look das inglesinhas universitárias) de Serena (Blake Lively) e Blair (Leighton Meester). Ideias perfeitas para um look de trabalho."
*

Porque eu gostei:
*
Por causa do conservadorismo ideal ao meu dia-a-dia (trabalho), mas com uma pitada de charme jovial que o conceito de estudante carrega. O engraçado, é que eu já tinha muitas peças desse estilo antes mesmo de saber que se tratava de uma tendência específica: saia pregueadas, um blazer xadrez da Renner com brasão e tudo (acho que esse comprei depois...), os maravilhosos oxfords e a clássica estampa argyle.
Pra quem se interessa no estilo, a Lily fez um post maravilhoso, muito mais detalhado que a revista. Confiram aqui.
*
E vocês, que acharam?

2 comentários:

  1. Simpatizo com as duas propostas. Se eu pudesse e se o clima da minha cidade fosse mais favorável só sairia assim de casa.
    Bjos, querida.

    ResponderExcluir
  2. Amei suas seleções, muito estilosas, combinam muito com você e traduzem muito o seu estilo.
    Contudo, eu confesso que não sou muito vintage, na verdade quase nada...mas, amo olhar o seu estilo, que é muito fofo e único=)
    È tão bom ver leituras do mundo, da moda através de outros olhares não é mesmo?
    Beijos montes,
    Lou

    ResponderExcluir