segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Mi Buenos Aires Querido

Plaza del Congreso






Plaza de Mayo






San Telmo


Café Tortoni




El Caminito - La Boca




Puerto Madero


Palermo









Semana passada estive em Buenos Aires pela primeira vez. Sim, porque voltar lá tornou-se obsessão apaixonada. Logo no primeiro dia, a cidade nos acolheu como em namoro. Passeamos descompromissadamente por ruas e ruas, sob um frio inesperado, abismados com a beleza das construções, com a história em cada prédio, monumento ou faixas de protesto. Encantados com a doçura de um grupo de jovens ensaiando passos de dança numa praça; com as inúmeras docerias a oferecer suas delícias; com uma noite que tardava a chegar para que pudéssemos seguir flanando. Eram 19h30 quando começou a escurecer e estávamos a quilômetros do hotel, estarrecidos com a aparente segurança das ruas.

A partir do segundo dia, com a alma rejuvenescida e com o calor que enfim se apresentara, nos jogamos na experiência portenha com fervor. Pegamos ônibus, metrôs, desbravamos bairros, conversamos com vizinhos, lojistas, crianças (minha professora uruguaia teria espasmos de pavor com meu espanhol enferrujado) e acabamos traídos pelo entorpecimento: fomos roubados no trem antigo do metrô. Confesso que achei um tanto irônico sair do Rio pra ser assaltada em Buenos Aires. Piada do destino?

Só sei que passado o perrengue do susto (hermanos hijos de puta!), da indiferença dos policiais na delegacia e das horas perdidas entre esta e o consulado, a cidade faceira nos seduzia a perdoá-la. Afinal, já estávamos lá mesmo, de que adiantaria ficar de bode? Não perdemos muito dinheiro, minha Nikon continuara intacta na mochila, não estávamos feridos, bola pra frente!

É verdade que deixei a câmera no hotel o restante dos dias e saí o mais largada possível, sempre caminhando ou pegando os radiotaxis quando ia um pouco mais longe, aproveitando para comer as frutas e guloseimas da vizinhança (passei dias a base de helados e media lunas), para admirar o estilo básico e despojado das argentinas, ouvir a conversa dos trabalhadores e transeuntes (como são politizados!) e contemplar as sacadas e portas mais adoráveis que já vi! (nunca fui à Europa, me dêem um desconto, ok?).

E devo dizer que, embora os passeios nos bairros turísticos tenham sido muito interessantes, eles não se comparam aos dias em que perscrutei as ruelas, antiquários e sebos de San Telmo, em que comprei sacos de doces em docerias familiares, em que bebi Quilmes em botecões pés sujos ou saboreei um choripan sob a sombra de uma árvore de Palermo, em que fugi do calor e alimentei o espírito nas galerias de arte, em que terminei a noite comendo pipoca numa praça, enquanto os moradores namoravam ou levavam seus filhos e cães para passear. Até porque, permitam-me a sinceridade, a Florida lotada de turistas, com todos os arbolitos e guias turísticos berrando se jogando em cima de nós não era nem um pouco agradável ou pitoresco. E fazer compras acabou não sendo o programa mais atrativo da cidade.

Creio que a cidade acabou se revelando para mim um pouco como para Borges:

LAS CALLES


Las calles de Buenos Aires
ya son mi entraña.
No las ávidas calles,
incómodas de turba y ajetreo,
sino las calles desganadas del barrio,
casi invisibles de habituales,
enternecidas de penumbra y de ocaso
y aquellas más afuera
ajenas de árboles piadosos
donde austeras casitas apenas se aventuran,
abrumadas por inmortales distancias,
a perderse en la honda visión
de cielo y llanura.
Son para el solitario una promesa
porque millares de almas singulares las pueblan,
únicas ante Dios y en el tiempo
y sin duda preciosas.
Hacia el Oeste, el Norte y el Sur
se han desplegado -y son también la patria- las calles;
ojalá en los versos que trazo
estén esas banderas.

(Jorge Luis Borges)

29 comentários:

  1. Fui pra Buenos Aires uma vez só e não deu pra ver quase nada... Aproveita bastante. E awwwwww! A Mafalda sentada no banquinho.

    Bjos
    Mari
    http://aprendizdeesmaltolodra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. cidade mais maravilhosa desse mundo! amo, amo, amo!!! e sim, não dá pra visitar Buenos Aires só uma vez, não; a gente sempre precisa voltar, e depois voltar mais vezes :)

    beijos, linda!

    ResponderExcluir
  3. Fui pra lá pela primeira vez esse ano, e realme nte não dá pra ir só uma vez. Amei, amei!

    ResponderExcluir
  4. Ai que delicia, quero muito fazer essa viagem.
    Amei as fotos e me deiixou =com um gostinho de "quero ir".
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Huuum que viagem mais gostosa! E as fotos ficaram lindas!

    Bjus fofuxa

    ResponderExcluir
  6. Aline,
    Seu texto com as impressões da viagem a Buenos Aires me deixou muito emocionada. Também estive lá pela primeira vez no ano passado, em lua de mel e fiz muito como você andei demais, fiz questão de conhecer lugares fora dos guias de turismo. Foram momentos maravilhosos que revivi agora, lendo o que você escreveu. Obrigada por isso! E ótimas férias para você.
    Bejocas,Re

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline!
    Paso por aqui sempre sem nunca comentar, mas hoje falando da minha terra tinha que dizer um oi ne?
    Buenos Aires é tudo de bom sim mas não quera passar um inverno lá que é triste demais. Eu fugi do cinza e troquei numa boa Bs As por Salvador. Claro que nada como minha cidade e minha gente...

    Pena que foi assaltada! E no metro??? Como foi??
    Cara de turista não tem como disimular ne? rsrsrs Ainda bem que não foi grave.

    Besos!

    ResponderExcluir
  8. boas férias...
    adoro esse seu estilo todo particular e nessas fotos então super combinou

    bjoss

    ResponderExcluir
  9. Tenho planos de conhecer também, pelo jeito acho que vou gostar! Bju

    ResponderExcluir
  10. Minha Buenos da primeira vez foi feita de textos academicos e congressos e palestras. As compras? Foram feitas no susto e quando vi já estava de volta.

    Desta vez não será Buenos que irá me receber, mas sim Rosario - que já me encanta com este lindo nome. Para mais de uma cidade deve ser o que sustenta esta poesia de nome.

    Mas essa Buenos que você revelou nas suas fotos e no seu texto, ah.... essa é a Buenos de Borges sim. E foi uma delícia vê-la revelada pelo seu olhar flaneur...

    Brinde-nos, sempre, com suas poesias em textos, em fotos, em vida!

    E que roubem de nós o que nos for material, mas nunca, nunca mesmo, o que nos for da alma!

    Beijos, sua linda!

    ResponderExcluir
  11. que luuuxo, adorei as fotos, lindas! que bacana, dizem que lá é muito lindo mesmo, que tudo de viagem heim! :)
    beijinhos e até amanhãnnn!

    ResponderExcluir
  12. Ai amiga veio aqui do ladinho! hsuhsushsuhsua Nem tanto do ladinho assim né?
    As fotos estão lindas!!!
    Achei uma p* ironia essa história do assalto, mas enfim, que bom que ficaram bem e continuaram felizes... vão os anéis, ficam os dedos.

    O texto foi lindo, amei.

    Um belo conjunto!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. o Tortoni é a sua cara, né!?

    O que eu gosto mesmo de Buenos Aires são os preços ... da cerveja ... e DO TAXI!? Nunca vi tão baratos! :P

    Mas a cidade é gostosa mesmo ... Tente voltar a próxima vez no inverno! ;)

    Beijos, Mari

    ResponderExcluir
  14. Que tudoooo, AMo Buenos Aires!! Saudades gigantes daí!
    Beijos

    http://bycarolinafabris.com/

    ResponderExcluir
  15. BA e um lugar lindo!!! Amo!
    Jura que vc foi assaltada?? Que chato....

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Viajar é muito bom,que lugares lindo vc passou.
    bj

    ResponderExcluir
  17. Também tive a oportunidade de visitar Buenos Aires este ano com meus amigos e minha irmã. Adoramos, fomos econômicos tb, apesar de nos locomover de táxi. Tenho várias lembranças dos locais que passei, muitas fotos e seu texto só me fez recordar a bela viagem que fiz. Adorei!!!!
    Obrigada! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  18. Que lindo! ainda não conheço, quero conhecer.
    bjks!!!

    ResponderExcluir
  19. Amiga, se eu já tinha vontade de conhecer BA, avalie agora após o seu maravilhoso depoimento.
    Amei as fotos. E olhe, essa blusinha listrada é um amor, tenho uma igualzinha.. rsrsrs
    Bjokas

    ResponderExcluir
  20. Aline! Que delícia ver tuas fotos e rever BsAs! Realmente a cidade é apaixonante em todos os sentidos! Sinto pelo roubo, e acho que vocês se sentiram mais seguros e deram um certo mole (seria uma explicação pra ironia que mencionaste...) no cuidado. E isso é super normal com brasileiros no exterior... Conheci algumas pessoas que passaram por isso.
    No mais, perdoa BsAs pois ela é única no seu ar charmoso. Já visitei algumas lindas cidades da Europa, todas lindas, mas BsAs tem um charme inexplicável! Bom, eu sou totalmente pra falar! Amo, amo de paixão!
    Lindas tuas fotos, a do Tortoni com o livro então... Cada vez mais fofo esse site hein?
    Bjks e Bom Natal!

    ResponderExcluir
  21. Que delicia !! Buenos Aires é muito linda !
    Adoro Julio Cortazar...aprendi espanhol lendo seus contos !
    Bjks da Déia

    ResponderExcluir
  22. nossa aline. que maravilhoso! buenos aires parece ainda mais gostosa com o seu texto super bem escrito, viu?? quero conhecer!!!

    ResponderExcluir
  23. Lugares lindo Aline, fiquei com mais vontade ainda de conhecer :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Que delícia de viagem! Pena terem sofrido o assalto mas ainda bem que não foi nada realmente grave! :)

    Um super beijo!

    ResponderExcluir
  25. Ahhhhhhhhhhh, que saudade de Buenos Aires!!!! muita saudade... :D :D
    Fotos lindas, Aline!! Beijocas :****

    ResponderExcluir
  26. querida,
    eu tava lá tbm!!!! amei..... pena nao ter t encontrado

    bjs

    ResponderExcluir