terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Dica cultural: Cora Coralina




"Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

(Cora Coralina)



Começa hoje, no Centro Cultural Banco do Brasil, uma exposição sobre a poetisa Cora Coralina.O público poderá visitar as obras da escritora, gratuitamente. São cartas, fotografias, vídeos, um vasto acervo da escritora goiana, que já tinha 76 anos quando teve um livro publicado pela primeira vez.

A mostra oferece um mergulho de grande impacto visual no universo de Cora Coralina – a poetisa, intelectual, comerciante, sitiante, doceira e militante das causas nobres.

O acervo ficará exposto em três salas. De acordo com os organizadores, algumas obras estarão em exposição pela primeira vez, fora da casa de Cora, que virou um espaço memorial, em Góias. A exposição, batizada de Cora Coralina - Coração do Brasil pretende revelar de forma bem intensa a obra e vida da escritora na literatura brasileira, especialmente marcada por uma poesia profundamente ligada à terra e à memória de sua região natal.
Este é um poema de amor 
tão meigo, tão terno, tão teu... 
É uma oferenda aos teus momentos 
de luta e de brisa e de céu... 
E eu, 
quero te servir a poesia 
numa concha azul do mar 
ou numa cesta de flores do campo. 
Talvez tu possas entender o meu amor. 
Mas se isso não acontecer, 
não importa. 
Já está declarado e estampado 
nas linhas e entrelinhas 
deste pequeno poema, 
o verso; 
o tão famoso e inesperado verso que 
te deixará pasmo, surpreso, perplexo... 
eu te amo, perdoa-me, eu te amo... 

(Cora Coralina)

Serviço: 
Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 - Rio - Tel: (21) 3808.2020
A mostra fica em cartaz de 11/01 a 13/03/2011, de terça a domingo, das 9h às 21h.

3 comentários:

  1. ALine,

    Fiquei muito feliz quando fiquei sabendo da exposição.. Vou estar lá com toda a certeza! beijocas,Re.

    ResponderExcluir
  2. Uma pena que seja no Rio. Tomara que venha logo pro ccbb aqui de SP, pra eu poder ver !

    ResponderExcluir