sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Dica cultural: O mundo mágico de Escher




O ilusionismo gráfico do holandês M.C. Escher [1898 - 1972], em 95 gravuras originais, desenhos e instalações, é a mostra que o CCBB RJ apresenta, de 18 de janeiro a 27 de março de 2011, ocupando os 950 metros quadrados do primeiro andar do prédio.

O mundo mágico de Escher é o maior conjunto de obras do artista já exibido no Brasil. Todos os trabalhos pertencem ao Haags Gemeentemuseum, que mantém o Museu Escher, em Haia, Holanda.


  
O  curador Pieter Tjabbes, holandês radicado em São Paulo, levou cinco anos para convencer o museu a liberar  originais para itinerar pelo país. "Só existem três coleções no mundo. As gravuras são muito frágeis e o Haags Gemeentemuseum, depois desta mostra, não poderá exibi-las por mais de quatro anos", explica Tjabbes. 
 
A exposição inclui dez instalações que pedem a participação do visitante para "desvendar" manobras gráficas da produção de Escher, que tanto instigam a visão e a mente humanas, um documentário  realizado pela TV holandesa e uma animação em 3D, com sessões a cada 30 minutos, em que o público "sobrevoa" as obras do artista. 



Os trabalhos de Escher são um dos mais reproduzidos no planeta no século 20, de gravatas e camisetas, a tapetes artesanais dos Andes e à alta costura, através do inglês Alexander McQueen, na coleção de outono 2009. 

Suas gravuras instigantes têm formas entrecruzadas, criaturas em transformação e arquiteturas impossíveis para desafiar a percepção do espectador da realidade. As composições, sofisticadamente construídas, combinam realismo acurado com a exploração fantástica de padrões, perspectivas e espaço.



Uma de suas obras mais conhecida, Dia e noite , ilustra o interesse do artista por dualidade e transformação. Nela, a superfície plana de terras cultivadas se transforma gradualmente em um espelho de imagens de dois grupos de gansos, um preto e um branco, que migram de um lado para outro simultaneamente, confundindo o espectador com uma representação bidimensional que parece ser tridimensional.

A exposição segue em Abril para São Paulo. Aproveite e viaje pelo mundo mágico desse mestre do detalhe e da ilusão.



Serviço
O Mundo Mágico de Escher
De 18 de janeiro a 27 de março de 2011
Centro Cultural Banco do Brasil
Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66
Entrada franca

7 comentários:

  1. Oi, Aline!
    Antes de chegar aí no Rio, estava aqui, fui duas vezes. A primeira com o Rodrigo e depois levei as sobrinhas e a mãe também. Eu recomendo mesmo! É fantástico!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Ai, será que passa por SP??
    Louquíssima pra conferir! :D

    Beijocas, querida! Boa sexta!

    ResponderExcluir
  3. Aline querida! eu demoro mas apareço nesse blog tão lindo e charmoso! amei suas dicas culturais e as fotos anteriores estão tão lindas!
    obrigada pelas visitinhas lá no meu canto!
    bjs carinhosos!
    gi

    ResponderExcluir
  4. Adoro esse tipo de trabalho. Mas, nem deve vir a BH =/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Legal demais!
    Vi na TV também!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog ^^
    E aquela bolsa vermelha linda tb hehehe quero pra mim!!!

    bju

    ResponderExcluir
  7. Tenho um amigo que tem uma obra dele tatuado em sua pele.

    Espero que venha a Sampa.

    Bjs e boa semana

    ResponderExcluir