sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Companheiros psíquicos


Gatos não começaram como caçadores de ratos. Doninhas, cobras e cães são mais eficientes como agentes de controle de roedores. Eu postulo que os gatos começaram como companheiros psíquicos, como Familiares, e nunca se afastaram dessa função.


Ronronando enquanto dorme, Fletch estica as patinhas pretas para tocar minhas mãos, as garras encolhidas, um toque bem suave para assegurá-lo de que estou ali ao seu lado enquanto dorme. Ele provavelmente me vê no sonho. Dizem que os gatos não distinguem as cores: um preto-e-branco granulado, um filme de prata tremeluzente cheio de falhas quando saio do quarto, volto, o apanho e o ponho na cama. Quem poderia ferir uma criatura como essa? Treinar seu cão para matá-lo! O ódio pelos gatos reflete um espírito feio, estúpido, grosseiro e intolerante. Não pode haver acordo com esse Espírito Feio.

(O gato por dentro. William Burroughs)

12 comentários:

  1. Concordo com cada palavra, vírgula e ponto final! :)

    Vontade de apertar esses dois gatinhos das fotos! Daí olho pro meu, dormindo aqui do meu lado.. e aproveito pra fazer um cafuné! (ao qual ele aprova com a cabeça, sem nem sequer abrir os olhos! rs)

    Beijinho, querida! Ótima sexta!

    ResponderExcluir
  2. AMO gatos, amo amo amo! Tenho duas fofíssimas, cada uma com a sua personalidade. Falam tantas coisas dos gatos, associam a tanta coisa má, mas a minha experiência só diz o contrário!

    ResponderExcluir
  3. Amo gatos e acho que nao conseguiria viver sem a presença deles. Meus bebes fazem tanta coisa linda e deixam meu dia a dia mais leve! AMO!

    bjus

    ResponderExcluir
  4. fato: não confio em gente q não gosta de gato. aliás, procuro me afastar, e ter o mínimo contato com essas pessoas.

    esses teus bebês são uns fofos! vontade de apertar apertar apertar! (bem Felicia, hehehe)

    beijos pra ti, e umas cosquinhas atrás da orelha pros felinos :***

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma persa e não consigo viver sem ela! ;)

    Bom, se quiser participar e divulgar, estamos com um concurso fantástico no sapatos.net em que damos dois lindos pares de sapatos para os primeiros colocados. É só entrar no link e aproveitar!

    :***

    ResponderExcluir
  6. Alinée, provavelmente vc já conheça, mas acho que vc ia gostar muito de "Um sonho de mil gatos", do Neil Gaiman. Se eu não estiver errada, essa história é uma parte de um arco do Sandman, ou uma história solta em algum especial. Mas em geral ele também é um escritor bem apaixonado por gatos, e eles sempre acabam roubando a cena...

    E o seus gatos, não sei qual é mais fofo ! Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi Aline!
    Que belo texto, que lindos gatos!
    Eu sou uma completa admiradora e apaixonada por esses felinos. Tenho 4 e meu amor só faz aumentar a cada ronronada que eu escuto!
    Adorei o texto, não o conhecia. Eu sempre suspeito de quem não gosta de gatos, acho estranho.
    Bjos:D

    ResponderExcluir
  8. Eu nunca tive nada contra gatos, só preferia os cachorros por acha-los mais divertidos. Mas ando apaixonada por gatos, porque meu Chico se encarregou de me deixar assim.

    ResponderExcluir
  9. Já tive uma gata!
    Adorava!
    Acho interessantíssimo observar a personalidade dos gatos!
    Beijo, amiga!
    Boa sexta!

    ResponderExcluir
  10. Eu amo gatos, cachorros, passarinhos (soltos! soltos!), tudo. E não consigo entender alguém que ama cachorros, mas odeia gatos, por exemplo. Acho falso. Como amar verdadeiramente um animal e fazer maldades com o outro? Impossível.

    No mais, sou uma cat lover, sempre tive gatinhos. Adorei o texto, de que livro saiu? Fiquei curiosa.

    Beijos mil.

    ResponderExcluir
  11. Concordo plenamente! Coincidentemente, to fazendo o preparo de um livro chamado "Os Familiares" e um dos protagonistas é, óbvio, um gato! *.*
    Beijinhos mil!! Saudaaaaadeeesss!!!

    ResponderExcluir
  12. Nao tenho gatos, mas tenho a minha Monaluda que cuida mais de mim do que eu dela

    bjs

    ResponderExcluir