segunda-feira, 28 de março de 2011

Playlist da semana: Geração Beat


A playlist dessa semana foi motivada pela contaminação que a leitura de On the road está me causando. E aí  que o mundo resolveu ressuscitar os sixties e os seventies e eu fico tendo flashes mnemônicos a respeito da minha adolescência e início dos 20, minhas bandas, viagens, caronas, amigos e acampamentos. 
E daí que já virei a louca das saias longa-midi-mimolet (razão pela qual instituí um período recessivo de dois meses).
E daí que vem a Mel e faz um puta ensaio inspirado em Almost Famous que me deixou piradinha da silva.
E a única coisa que não encaixa nisso tudo é o mistério de POR QUE NÃO LI ESSE RAIO DE LIVRO ANTES?

É verdade que a Geração Beat é meio proscrita na academia, considerada sub-literatura: Rimbaud  pode; Ginsberg, não. Mas como estou me permitindo um período sabático, academicamente falando, resolvi me jogar nos beats todos e estou amaaaaaaando a loucura kerouaquiana, tá bom?

En conséquence, a seleção dessa semana (e provavelmente da outra, porque as playlists desse blog deixaram de ser semanais há muito tempo), consiste em músicas contemporâneas ao livro, citadas nele pelo narrador e cujos autores foram influenciados pelos escritores dessa geração, d'accord?

Neal Cassady  (imortalizado como o personagem Dean Moriarty) e Jack Kerouac

Hal Chase, Kerouac, Allen Ginsberg e Willian Burroughs

Everybody loves Burroughs: Patti Smith, Kerouac, Zappa e Bowie, em sentido horário

Bob Dylan e Allen Ginsberg no túmulo de Kerouac

Kerouac cat lover
Em Tristessa, o narrador se derrama de amores pela gatinha de sua amiga junkie.



Turminha beat tomando um leite com bolachas.
Será que é cappuccino, gente?
=O 

Apreciem as musiquinhas com entusiasmo e moderação, oukay?

8 comentários:

  1. Eu adooooooooooro os beats. On The Road é livro de mudar a vida, certeza!

    Bjosssss

    ResponderExcluir
  2. Aline,
    Muito engraçado eu estar nessa vibe lendo "on the road".. Todo mundo que me conhecia falava assim: vc tem que ler! E eis que me fiz a mesma pergunta..
    Você arrasou, no post e na playlist. Agora estou tão ansiosa pelo filme..será que vai ser do mesmo jeito?
    beijocas e boa semana,
    Re

    ResponderExcluir
  3. Querida,

    resolvi entrar aqui para dizer que adoro este espaço. Não conigo ficar um dia sem entrar aqui. Quero sempre saber quais são as novidades. Ou relativas a estilo, a decoração ou para copiar as receitinhas deliciosas.

    Aproveito para perguntar onde aqui no Rio de Janeiro você costuma comprar esses ingredientes "vegg food"? Quase não acho.

    Enfim, parabéns por este espaço que eu já adoroooooooo!

    ResponderExcluir
  4. Linda, acabei de ler Ponto Final, que fala muito sobre a Geração Beat. É fascinante, vc deveria ler!
    Sou pirada por essa época, parece que vivi tudo aquilo.

    Saudades. Bj

    ResponderExcluir
  5. Olá! Acabei de ler On the Road e não gostei não... foi bom porque pude expandir meus conhecimentos literários, mas não é o tipo de leitura que me agrada.

    Cara... detestei o Dean; tinha partes em que tinha vontade de dar um soco na cara dele... ¬¬

    Mas tô doida pra ver como será o filme.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Quero aproveitar para dizer que adoro seu cantinho aqui, e é a primeira vez que deixo meu comentário... FAz tempão que quero ler este livro, mas nunca da certo de tê-lo nas minhas mãos, ou por esquecimento de procurá-lo na biblioteca, ou por falta de dinheiro para comprar numa livraria...
    Ah, esse sábado tive que fazer umas bolachinas amanteigadas, porque fiquei morrendo de vontade de provar as que vc fez... Um abraço
    Com carinho, Camila

    ResponderExcluir
  7. no manuscrito original os caras nao se chamam, Dean e Sal :x

    ResponderExcluir
  8. a pessoa q fala q leu On The Road e não gostou na minha opinião deveria cortar os pulsos e tentar nascer de novo!

    ResponderExcluir