quinta-feira, 14 de julho de 2011

Na exposição I am a cliché


Eu e minha amiga Patti

Tiarê também é da patota


Renata eu eu fomos conferir a exposição I am a cliché, que já indiquei aqui.
Tiramos umas fotos escondidas (por isso estão um tanto toscas), porque é proibido. Inclusive a atitude dos seguranças foi muito antipunk: não pode tirar foto, beber água, anyway, rsrs...
A exposição tem uma sala inteira dedicada às fotos que Robert Mapplethorpe fez da Patti Smith (para saber mais deles, leia minha resenha sobre Só garotos), e outra coberta de papel alumínio, para imitar a Factory de Warhol. Há muitas fotos e alguns vídeos com o Velvet Underground (falei deles aqui), uma ótima mostra de fotografias intitulada Rimbaud em Nova York.  A sala vermelha da primeira foto é uma mistura de inferninho com loja de discos, repleta de capas de discos icônicos do punk, pufs em xadrez e exibição de vídeos.
Todas as salas ecoam Clash, Ramones, Patti, Sex Pistols...
Vontade de visitar diariamente!
=)

7 comentários:

  1. que lindo, muuuito bacana!
    a cara de tiarê, que feliz! rs
    brigada pelo coment viu? tão carinhoso, amei mesmo! beijos gata!

    ResponderExcluir
  2. Ai Line, você continua me matandoooooooooooo com essa exposição!!! Patti Smith é muito fodástica, eu tremo ouvindo a voz dela, sério =)
    Beijos
    Tati

    ResponderExcluir
  3. Owwwwwww, agora que eu vi no comentário do meu blog você me chamando de Tatica. Sempre li o poema de Vinicius, Redondilhas para Tati, pensando: ráaaaaaa, quem precisa de uma música quando se tem um poema desses com o nome hehehe Amo demais Vinicius. Meu poetinha do coração.
    Beijo enormeeeeeeee!!!

    ResponderExcluir
  4. Ri sozinha imaginando vcs fotografando num lugar proibido, estes sorrisos estão me lembrando a criança que tenho aqui em casa fazendo "arte"... rsrsrsrs
    bJu

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de passeio! Eu entendo bem esse lance de ter que tirar fotos clandestinamente.. hehehe

    Beijinhos, querida!

    ResponderExcluir