sábado, 24 de setembro de 2011

Desafio de livros - Um livro que eu odiava, mas agora amo

Não lembro de ter passado por tal mudança de opinião em relação a algum livro, mas citarei um sobre o qual já comentei nesse desafio.

No ensino médio, tivemos de ler Memórias Póstumas de Brás Cubas, do Machado de Assis,  mas eu não tinha maturidade literária para compreendê-lo, e acabei considerando-o chato e absurdo. Um amigo me "catequizou", e comecei a ler os textos menos transgressores do autor. Anos depois, estudei-o mais a fundo na faculdade. Machado está sempre em pauta no curso de Letras. Além da graduação, cursei matérias sobre ele na especialização e no mestrado.



Publicado em 1881,  Memórias Póstumas de Brás Cubas aborda as experiências de um filho abastado da elite brasileira do século XIX. Começa pela sua morte, descreve a cena do enterro, dos delírios antes de morrer, até retornar a sua infância, quando a narrativa segue de forma mais ou menos linear – interrompida apenas por comentários digressivos do narrador.

Comentando mal e porcamente, Machado alia nesse romance profundidade e sutileza, expondo muitos problemas de nossa sociedade que existem até hoje. Daí o prazer da leitura e a importância de seu texto, pois atualiza de forma irônica os processos em que nosso país foi formado, suas contradições e os desmandos que ainda estão presentes. O narrador em primeira pessoa se refere ao leitor o tempo todo, dando-lhe instruções de leitura, broncas e debochando dele.

Machado é gênio! Menos que isso é injustiça. Ele constrói um texto que se passa por palatável, compreensível para leitores médios, mas que na verdade traz um subtexto bem mais provocador e ferino, somente acessível a leitores perspicazes e experientes.

Mémórias Póstumas é uma obra prima que reúne inovação linguística, análise social profunda, intertextualidade, refinamento. É debatido exaustivamente na academia, no exterior inclusive, tamanha sua complexidade e merece infinitas releituras. Machado é autor pra bater no peito e morrer de orgulho da nossa literatura, porra!

4 comentários:

  1. livro show, adorei a escolha.
    o li quanod estava na faculdade alguns anos atras e me apaixonei por machado de assis

    ResponderExcluir
  2. ja li e adorei!
    bom domingo, beijinhos

    ResponderExcluir
  3. É meu livro predileto! Adoro esse humor sarcástico do Brás Cubas!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. eeeeei
    passei aqui pra conhecer seu blog
    e lhe avisar que no meu está rolando um sorteio de uma maxi CLUTCH de estampa de cobra (VERÃO 2012) da minha loja
    Acho que vc vai gostar!
    Dá uma passada lá ;)
    Beijos com estilo

    ResponderExcluir