quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Dica de leitura - O guia do mochileiro das galáxias


A ciência conseguiu algumas coisas fantásticas, não vou negar, 
mas acho mais importante estar feliz do que estar certo.

Quando fiz o desafio de livros, dei uma empacada no item "ficção científica", lembram? Mas vocês são gente finíssima e me indicaram uma pá de coisas interessantes, dentre as quais a série do Guia do mochileiro das galáxias, de Douglas Adams. Aproveitei uma dessas promoções malucas do Submarino, com a série toda por vinte e poucos reais e frete grátis,  e comprei.

Gente, o livro é divertidíssimo. Confesso que não é meu estilo favorito, adoro um dramalhão tenso, com análises sociais e questões filosóficas, mas há muita reflexão nas piadas desse romance.

[spoilers a seguir]

O livro trata das viagens de Ford Prefect - um extra-terrestre que está atualizando o Guia do mochileiro das galáxias, chega a Terra onde fica por quinze anos porque nenhuma nave lhe aparece para dar carona, e  acaba fazendo amizade com o inglês Arthur Dent, sob o disfarce de um ator desempregado. Dent, que está tentando impedir que sua casa seja demolida para a construção de um desvio, mal imagina que seu planeta está prestes a ser destruído. Salvo pelo amigo alienígena, inicia com ele uma aventura interestelar.

Escrito em linguagem bem coloquial, o livro desenvolve o humor do tom mais bonachão ao mais filosófico. Há várias ironias facilmente aplicáveis a nossa realidade terráquea. O impossível, típico das fições científicas, está presente sob as formas mais bizarras. Arthur Dent peleja para compreender as diferentes criaturas e os inusitados planetas que conhece, e fica perplexo diante da real história da Terra.

É uma leitura rápida e divertida, mas que depende das sequências para fazer sentido. Eis um fragmento para atiçar a curiosidade:

A poesia vogon é, como todos sabem, a terceira pior do Universo. Em segundo lugar vem a poesia dos azgodos de Kria. Durante um recital em que seu Mestre Poeta, Gruntos, o Flatulento, leu sua “Ode ao pedacinho de massa de vidraceiro verde que encontrei no meu sovaco numa manhã de verão”, quatro pessoas na platéia morreram de hemorragia interna, e o presidente do Conselho Centro-Galático de Marmelada Artística só conseguiu sobreviver roendo uma de suas próprias pernas completamente. Consta que Gruntos ficou “decepcionado” com a reação da platéia, e já ia começar a ler sua epopéia em 12 tomos intitulada “Meus Gargarejos de Banheira Favoritos” quando seu intestino grosso, numa tentativa desesperada de salvar a vida e a civilização, pulou para cima, passando pelo pescoço de Grntos, e estrangulou-lhe o cérebro.

14 comentários:

  1. Quem é vidrado no "Guia do Mochileiro das Galáxias" é meu namorado. Até dei a coleção toda para ele, que obviamente a devorou, hehe.

    Eu ainda não li, mas vi o filme. Veja! É super divertido e é uma daquelas poucas exceções em que um filme se mantém fiel ao livro. Basta dizer que meu namorado também gostou do filme, mesmo tendo lido o livro primeiro.

    Ótima escolha de ficção científica, hein? Que tal ler Star Wars, agora?

    ^^
    Beijinhos.
    p.s.: já votei em você até "exceder o meu limite de votos" :P

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler esse livro, sabe? Tenho uma amiga que leu e amou e vive falando dele.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  3. Amo seus posts literários! :)

    Tá votadíssima, na Bebecê!

    Beijinhos, querida!

    ResponderExcluir
  4. Um dia quero ler esses livros, por agora não dá a faculdade anda me consumindo muito! aiai

    xoxo, cherry
    www.cherryland.com.br

    ResponderExcluir
  5. esse livro já entrou para minha listinha de Natal...hihihi

    seguindo aqui \o/

    Passa no meu blog e participa do sorteio de um corselet que vamos sortear aqui no blog em parceria com a Sonhos Noivas! #TodasGrita

    http://teentacao.blogspot.com

    Bjo e boa sorte no Desafio das Blogueiras *-*!

    ResponderExcluir
  6. Comprei nessas loucuras do submarino também, saiu uns 23 reais com frete...rs...os 5 volumes.

    Tinha vontade de ler, ainda mais depois de um podcast que ouvi...

    Realmente é muito legal e a linguagem é bem coloquial...as piadas são reflexões sobre o nosso mundinho, e o livro nem é tão atual assim, é do fim dos anos 80 se não estou enganada...rs

    Mas confesso, empaquei no terceiro livro... não é ele, sou eu...rs

    acho que vou dar uma pausana saga, pra refrescar a cabeça e depois volto...rs

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não li, mas fiquei tentadíssima a conhece.
    bJu
    ;)

    ResponderExcluir
  8. Aline, eu adoooro esse livro! Ganhei a coleção completa do meu ex, mas só consegui ler os dois primeiros até agora. São muito engraçados, né?! Parece uma enorme piada meio sem sentido, mas com um fundinho crítico hehehehe
    O filme, no entanto, achei bem tosco =/
    Beijão

    ResponderExcluir
  9. Adoro este livro, só li o primeiro.
    Esse post me lembrou dessa maravilha, tenho que ler os outros.

    Carol

    ResponderExcluir
  10. Olá Aline

    Amanhã será o dia da votacão do meu look, se gostar vote em mim.
    Haverá surpresinha no blog, estou esperando por vc.

    Bjoooooooooo.....................
    www.amigadamoda1.com

    ResponderExcluir
  11. Eu vivia ouvindo esse nome e nunca que eu ia saber que era um livro, pensava que era um desenho algo assim kkkkkkkkkkkkkkkkkk *alouca* Mas você despertou minha curiosidade, está na minha lista!!
    Line, não sabia que você tinha sangue nordestino nas veias, que legal!! Venha logo para as bandas de cá para a gente poder se conhecerrr!!!
    Beijos
    Tati

    ResponderExcluir
  12. Ótima dica!

    Eu tenho a coleção, para quem curte ficção científica, taí uma boa pedida.

    42, caríssima... 42!

    Adoro!

    Beijos,

    ResponderExcluir
  13. O livro parece ser bom :-)
    Estou lendo o "Julieta", ja ouviu falar?

    Beijos
    http://www.garotasdizem.com/

    ResponderExcluir