segunda-feira, 27 de maio de 2013

Uma tarde de cinema em Colônia do Sacramento



Sabem em Before Sunrise e em Before Sunset quando Jesse e Celine  têm poucas horas para flanar num lugar lindo e se conhecer melhor? Pois tive minhas horas de sonho nessa cidade encantadora, mais pela sua beleza do que pelo contato com o bofe, que já me atura tagarelando há alguns meses (a referência cinematográfica é forçada, mas se deve ao meu surto rohmeriano dos últimos meses, segundo o qual os filmes devem incluir gente falando sem parar em localidades bonitas).

Pegamos o barco da Buquebus em Porto Madero, numa sexta, no início da tarde, e voltamos à noite. A viagem dura uma hora e pudemos almoçar num lugar de decoração eclética e meio esquizofrênica, flanar pelas ruas de pedra, divagar, tomar um submarino num café que mais parecia uma casa de bonecas, observar o Sol se pondo no cais...

Colônia do Sacramento é uma espécie de Paraty uruguaia. Fundada no século XVII, manteve um bairro histórico com a arquitetura da época e é considerada Patrimônio Histórico pela UNESCO. Quase não há mais residências nesse bairro e os comerciantes se aproveitam do apelo antiguinho para dar um ar retrô mais genérico e variado aos estabelecimentos. Isso inclui hot rods estacionados aqui e ali para a turistada (eeeeu!) tirar uma onda de leve.

Não sei se é a época do ano, mas a região me pareceu tão tranquila que tive delírios nos quais me refugiava ali durante o carnaval, aproveitando toda a beleza e o silêncio para relaxar, ler, confabular comigo mesma, bem distante da balbúrdia que se promove aqui no Rio. #souanciã

Notei que as pessoas bebem erva-mate em absolutamente todos os lugares. Vi grupos de jovens na "praia" (que na verdade é a beira do Rio da Prata), nas praças ou em gramados tomando seu chimarrãozinho e aproveitando o propício clima, frio e ensolarado. Achei um hábito gracioso, inclusive porque eles carregam uma bolsinha de couro, uma espécie de lancheira para acomodar a cuia e a garrafa térmica. Uma presepada poética que quero na minha vida! Mas beber chá quente no Rio é algo para raras ocasiões, que esse Maio querido até vem nos proporcionando. No entanto, nada que justifique o hábito da lancheirinha. Damn it!





















as laranjas dessa árvore estavam super perfumadas!














12 comentários:

  1. me arrependo tanto de não ter ido para Colonia na minha temporada porteña!!!!
    a cidade parece ser linda mesmo!!!

    bjo

    ResponderExcluir
  2. Olá.
    Resolvi escrever somente para te dizer que aqui no Rio Grande do Sul nós tomamos mate com qualquer tempo, pode ser 5 graus negativos ou 45 positivos.
    Leva este hábito aí pro Rio guria.
    Faz bem a saúde.
    Um abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como trabalho no ar condicionado, tomo bastante chazinho!
      ;)

      Excluir
  3. O tipo de lugar que se passar mais de dois dias, já começa a ir atrás de uma casa pra alugar. Belíssimo lugar!

    ResponderExcluir
  4. Lindo lugar! Lindas fotos! Tem uma que chega a ter até um quadro de pin up na parede! Chique!
    O blog tá lindo!
    Bjos
    http://criscriacoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que lugar lindo!
    Bora fazer um flickr para colocar suas fotos! Que estão bem bonitas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. tenho muita vontade de conhecer esse lugar! *_*
    as fotos estão lindas. bjs.

    ResponderExcluir
  7. oi Aline, qto tempo faz q nao passava aqui......lindissimas as fotos, eu ja fui a Colonia é lindo demais lá....vontade de voltar.

    beijo
    Grasi

    http://www.facebook.com/AdoroLilasBlog

    ResponderExcluir
  8. Lindas fotos, adorei !!!
    Que lugar mais lindinho, querida !!!
    Beijooocas

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito das fotos! Passear por Colônia do Sacramento deve ter sido mesmo uma delícia.

    ResponderExcluir