terça-feira, 14 de outubro de 2014

olhos invertidos

eu bem que queria
ver uma altivez
inteira minha:
pura maestria.

queria deitar fora
o gosto da afasia,
o eco moroso
dessa desvalia.

que essas retinas
só vêem o cinza
externo e baldio
de cada investida,

pondo-se fechadas
a todo acerto
secretado em força
contra os todavias.

todavia, é só
o que vêem tais olhos:
desastre certeiro
do que até seria —

e foi,
mas eu não via...

Nenhum comentário:

Postar um comentário