terça-feira, 4 de novembro de 2014

trancada no banheiro

trancada no banheiro
à meia-noite
sentada na tampa do vaso
caderno no colo
tentando escrever algo que valha
sobre essa vida besta
mais mofada que esse teto
mais fedida que esse recinto
em dia de festa de família

metapoesia
merda-poema

Um comentário: